Última hora

Última hora

Governo e trabalhadores alemães juntos contra a Nokia

Em leitura:

Governo e trabalhadores alemães juntos contra a Nokia

Tamanho do texto Aa Aa

Os trabalhadores da Nokia na Alemanha e as autoridades germânicas estão junto nos protestos contra a multinacional finlandesa. Um membro do governo e alguns políticos apelaram mesmo ao boicote aos produtos Nokia.

O grupo finlandês anunciou o encerramento da unidade de Bochum e a transferência da estrutura para a Roménia. As mudanças pretendidas pela empresa implicam o fim de 23 mil postos de trabalho.

O sindicato IG Mettal convocou um protesto em massa e os representantes garantem que aderiarm à manifestação perto de 20 mil pessoas.

Uma delegada sindical explica que estão em curso negociações difíceis mas garante que não vão baixar os braços.

O ministro das Finanças, Peer Steinbrueck, escandalizado com a situação, disse em público que tudo isto não passa de capitalismo de caravana.

Um trabalhador lembra que a vida na a Alemanha já não é o que era, está a ficar cada vez pior.

Numa atitude inédita, o ministro presidente do lande na região Norte-Reno Vestefália exigiu já à Nokia a devolução dos subsídios que obtiveram em Bochum para a instalação da unidade.