Última hora

Última hora

Medvedev quer a Rússia entre as maiores economias mundiais

Em leitura:

Medvedev quer a Rússia entre as maiores economias mundiais

Tamanho do texto Aa Aa

A elite intelectual russa reuniu esta terça-feira em Moscovo o Fórum Cívico para ouvir a primeira grande intervenção política de Dmitry Medvedev. O protegido de Vladimir Putin, provável vencedor das presidenciais de Março, aposta em transformar a Rússia numa das cinco principais economias mundiais. “O importante é continuar um desenvolvimento calmo e estável. São necessárias décadas de desnvolvimento estável, algo que o nosso país não teve”, afirmou.

Segundo alguns observadores, Medvedev terá uma posição mais aberta em relação ao ocidente. O discurso deste antigo professor de direito de 42 anos parece confirmar a tese. “Ninguém deve ter dúvidas. A Rússia vai continua a desenvolver-se como um país aberto ao diálogo e à cooperação com a comunidade internacional”, concluiu.

Apesar do tom conciliador, Medvedev afirma que Moscovo vai manter os laços com Estados marginalizados pelo Ocidente, como o Irão.

A intervenção do delfim de Putin ocorreu no mesmo dia em que a procuradoria-geral russa acusou um candidato presidencial da oposição, Mikhail Kasyanov, de ter falsificado assinaturas de apoio à sua candidatura.

Uma acusação que pode impedir Kasyanov de entrar na corrida e que já motivou protestos por parte dos seus apoiantes, que acusam a procuradoria de exercer pressão política.

Uma sondagem de opinião atribuiu ao antigo primeiro-ministro apenas um por cento das intenções de voto.