Última hora

Última hora

Tarde agitada no senado italiano, numa altura em que o ainda presidente do Conselho Romano Prodi tenta o tudo por tudo para continuar a chefiar o governo.

Em leitura:

Tarde agitada no senado italiano, numa altura em que o ainda presidente do Conselho Romano Prodi tenta o tudo por tudo para continuar a chefiar o governo.

Tamanho do texto Aa Aa

Hoje é o dia D para Prodi. Ontem conseguiu a confiança dos deputados, mas hoje no senado as coisas complicam-se, tudo está dependente de um senador, entre os três que até agora o apoiavam. Os problemas para o chefe de governo começaram quando o ministro da justiça se demitiu. Com ele, saiu o pequeno partido católico da aliança governamental e o executivo ficou minoritário.

Romano Prodi pediu aos senadores para pensarem bem pois a Itália não pode suportar a formação de mais um governo, há reformas para fazer e a instabilidade não permite mudanças de fundo. A tarde no senado italiano foi marcada por um incidente do qual ainda não há imagens disponíveis.

Um senador que resolveu apoiar Prodi foi violentamente insultado por um outro senador, que pelos vistos passou para a oposição. As acusações de traidor e uma série de gestos obscenos levaram o apoiante de Prodi a deixar cair algumas lágrimas, acabou depois por cair e foi levado para observação médica.