Última hora

Última hora

Uribe em público com Rojas para reforçar posição de Bogotá face às FARC

Em leitura:

Uribe em público com Rojas para reforçar posição de Bogotá face às FARC

Tamanho do texto Aa Aa

Em digressão pela Europa para recolher apoios à posição de Bogotá face às FARC, o presidente colombiano protagonizou em Madrid uma cuidada “operação de charme” com Clara Rojas. Ao lado do chefe do governo espanhol, Álvaro Uribe abraçou a ex-refém política da guerrilha colombiana, libertada graças à influência do presidente venezuelano Hugo Chávez.

Uribe voltou a recusar a criação de uma zona desmilitarizada para a troca de 500 prisioneiros das FARC por cerca de quarenta reféns, nomeadamente a franco-colombiana e ex-candidata presidencial Ingrid Bettancourt.

Bogotá propõe uma “zona de encontro” mediada pela Igreja colombiana, juntamente com emissários de Espanha, França e Suíça.

Em Neiva, 400 quilómetros a sul da capital colombiana, a ex-congressista Consuelo González defendia ontem que “se o povo não se envolver na procura de um acordo humanitário, dificilmente o presidente e as FARC – que são em última instância quem decide – vão poder avançar”.

Libertada a 10 de Janeiro juntamente com Clara Rojas, González liderou uma manifestação de cinco mil pessoas pela libertação de reféns.