Última hora

Última hora

Desemprego espanhol subiu em 2007

Em leitura:

Desemprego espanhol subiu em 2007

Tamanho do texto Aa Aa

A taxa de desemprego em Espanha subiu, pela primeira vez em quatro anos. No ano passado, a percentagem de desempregados na população activa subiu para os 8,6%, depois de 8,3% em 2006. O governo de José Luís Rodríguez Zapatero falha assim a promessa de uma taxa claramente abaixo dos 8%.

A taxa de desemprego teve altos e baixos, ao longo de 2007. Só no segundo trimestre conseguiu ficar abaixo dos 8%. Nos meses de Julho a Setembro a taxa voltou a subir e no último trimestre atingiu o valor mais alto do ano, a 8,6%.

O ministro do Trabalho, Jesús Caldera, relativiza estes dados: “Com certeza que esta estatística é má. Trata-se de dados conjunturais. Isso já aconteceu antes e a economia espanhola consegue, com certeza, ultrapassar a situação”. O maior número de despedimentos nos sectores dos serviços e da construção civil ajudou a aumentar os valores do desemprego.

Os números são também um reflexo da crise no sector imobiliário, que faz com que menos casas estejam a ser construídas. Apesar deste revés, o actual governo acredita nas sondagens, que apontam para uma nova vitória dos socialistas de Zapatero, nas eleições do dia nove de Março.