Última hora

Última hora

Teste para a CDU de Angela Merkel

Em leitura:

Teste para a CDU de Angela Merkel

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de 10 milhões de alemães elegem hoje novos parlamentos regionais da Baixa Saxónia e Hessen estado regional dirigido desde 1999 pelo barão da CDU Ronald koch.
Perante a possibilidade de um fracasso Koch acredita que os eleitores ainda indecisos poderão cair para o seu lado, por isso aposta no porta a porta para convencer esta fatia do eleitorado.

As atenções estão voltadas para Wiesbaden, a capital de Hessen, um dos três “laender” mais ricos da Alemanha. Koch, conotado com a ala direita da CDU, apostou forte na punição mais severa da violência juvenil, acenando com o caso de uma brutal agressão
de dois jovens imigrantes um reformado no metropolitano de Munique.

O governador democrata-cristão de Hessen, Roland Koch, que em 2003 conseguiu a maioria absoluta, arrisca-se agora a perder para a chefe de fila dos sociais-democratas, Andrea Ypsilanti, depois de uma campanha eleitoral acalorada onde manifestou motivada para convenver as pessoas.

A campanha em Hessen provocou algumas tensões no interior do governo federal, em Berlim, com o SPD a acusar a chanceler Angela Merkel de dar cobertura às propostas radicais de Roland Koch, e a CDU a acusar os sociais-democratas de hesitarem em aprovar medidas mais drásticas para combater a delinquência juvenil.