Última hora

Última hora

Líbano de novo a ferro e fogo

Em leitura:

Líbano de novo a ferro e fogo

Tamanho do texto Aa Aa

Perto de uma dezena de mortos é balanço de uma nova erupção de violência em Beirute. Os confrontos entre militares e centenas de muçulmanos xiitas começaram depois uma manifestação na capital libanesa para protestar contra o racionamento de electricidade.

Os manifestantes bloquearam a principal auto-estrada para o aeroporto internacional assim como estradas ao longo da costa mediterrânica o que levou os soldados a intervir.
O racionamento de electricidade passa por cortes no fornecimento que nos últimos meses, foram alargados pela primeira vez a Beirute, onde vivem
cerca de um milhão de pessoas.

A rede de produção e fornecimento eléctrico do Líbano, duramente atingida durante a guerra civil de 1975-1990, nunca foi completamente restabelecida e, no Verão de 2006, voltou a ser destruida pelos bombardeamentos isrealistas.

Líbano, mergulhado numa grave crise política há 14 meses, tem sido atingido por uma série de explosões, das quais algumas resultaram em assassínios políticos.
Há três dias foi a vez do chefe dos serviços secretos libaneses ser morto num atentando, com mais três pessoas.