Última hora

Última hora

Rússia convida 400 observadores para as presidenciais

Em leitura:

Rússia convida 400 observadores para as presidenciais

Tamanho do texto Aa Aa

O número de observadores internacionais convidados para acompanhar as presidenciais russas será reduzido para metade face às eleições de há quatro anos. As autoridades convidadaram quatrocentos observadores para o escrutínio de 2 de março.

Em 2007, a OSCE recusou-se a enviar uma comitiva alegando que Moscovo estava a dificultar a obtenção de vistos.

O presidente da comissão eleitoral Vladmir Tchourov afirmou que “não há limitações para os observadores estrangeiros desde que estes respeitem as leis russas”. Mas o responsável não deixou de criticar aqueles que fazem “avaliações negativa mesmo antes do escrutínio ter começado”.

As eleições vão ser disputadas por quatro candidatos. O delfim do presidente é o favorito à vitória. segundo as sondagens, Dmitri Medvedev do Partido Rússia Unida poderá conseguir uma esmagadora maioria.

O número um do partido comunista Guennadi Ziouganov poderá ficar em segundo lugar com 9% dos votos. Em terceiro lugar surge o nacionalista Vladimir Jirinovsky com 8% e em último lugar Andrei Bogdanov, uma figura pouco conhecida que representa o Partido Democrático.

Este Domingo foi confirmada a exclusão da candidatura do antigo primeiro-ministro de Putin. O liberal Mikail Cassianov acusa o regime de limitar a participação da oposição.