Última hora

Última hora

Daniel Bouton mantém-se na presidência do Société Générale

Em leitura:

Daniel Bouton mantém-se na presidência do Société Générale

Tamanho do texto Aa Aa

Apesar do terramoto, Daniel Bouton continua a liderar o banco francês Société Générale. O presidente executivo foi confirmado no cargo pelo Conselho de Administração, que lhe reiterou a confiança, mesmo depois da mega-fraude, protagonizada por um jovem corretor, que fez perder ao banco cinco mil milhões de euros.

Jérôme Kerviel aguarda em liberdade a continuação do processo. Foi já constituído arguído por cinco crimes de fraude.

As perdas do banco ascendem aos sete mil milhões de euros, uma vez que, além desta fraude, o Societé Générale tem também que enfrentar encargos relacionados com os créditos “subprime”, no valor de dois mil milhões de euros. No entanto, o banco conseguiu ter um resultado positivo no total do ano.

A imprensa, esta quarta-feira, fala de uma possível compra do Societé Générale por parte de uma concorrente.

A analista Nathalie Pelras fala das várias possibilidades: “Os dois nomes de que se fala, BNP e Crédit Agricole, sã os dois pretendentes mais prováveis. Depois, há duas possibilidades: a primeira é manterem todas as actividades, a segunda é haver uma divisão entre a banca tradicional e a banca de investimento”.

A administração do Societé Générale anunciou a ainda a criação de uma comissão independente, constituída por três grandes dirigentes empresariais, para impedir a repetição de casos como este.