Última hora

Última hora

Chade: Rebeldes controlam N'Djamena

Em leitura:

Chade: Rebeldes controlam N'Djamena

Tamanho do texto Aa Aa

Os rebeldes tomaram o controlo de N’Djamena. Os combates prosseguem na capital do Chade, mas segundo uma fonte militar, o presidente continua no palácio presidencial que está cercado pelos guerrilheiros. Os Estados Unidos e a França preparam-se para evacuar os seus cidadãos de N’Djamena.

A União Africana condenou “veementemente” o ataque lançado pelos rebeldes e mandatou o presidente congolês Sassou Nguesso e o dirigente líbio Muhamar Kadhafi para “encontrarem uma solução negociada para a crise.

Sexta-feira, ocorreram violentos confrontos com as forças governamentais em Massaguet, a 50 km da capital e desde da manhã de sábado que os tiros se escutam em N’Djamena.

As forças hostis ao presidente Idriss Deby Itno começaram há 5 dias a avançar do Leste para o Oeste do país sem oposição até Massaguet, onde as tropas fiéis ao governo também não foram capazes de as travar.

O executivo chadiano acusa o Sudão de estar por detrás deste assalto dos rebeldes.

Esta ofensiva, a maior dos últimos anos, coincide com o lançamento da força europeia Eufor que é suposto instalar-se no leste do Chade para proteger os refugiados sudaneses do vizinho Darfur .

O contingente militar francês foi reforçado de madrugada com efectivos que vieram de países vizinhos para ajudar na evacuação de franceses e de outros europeus de N’Djamena.