Última hora

Última hora

Tadic vence a segunda volta das presidenciais sérvias

Em leitura:

Tadic vence a segunda volta das presidenciais sérvias

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente sérvio Boris Tadic foi reeleito este domingo com mais de 51 por cento dos votos. O presidente pró-europeu disse no discurso de vitória que o povo sérvio deu uma lição de democracia ao mundo, já que estas eleições tiveram uma das taxas de participaçâo mais altas de sempre. Tadic felicitou o adversário e ressalvou, mais uma vez, a sua posição no que toca ao Kosovo: independência não.

Os apoiantes do presidente festejaram a vitória nas ruas de Belgrado e juntaram-se, à frente do quartel-general da campanha, no centro da capital sérvia.

Esta votação transformou-se numa espécie de referendo às aspirações europeias da Sérvia e mostra claramente uma divisão no país. A questão do Kosovo foi o tema central da campanha, com os dois candidatos a oporem-se determinantemente à eminente declaraçâo de independência da província, que devera acontecer nas próximas semanas.

Tomislav Nicolic obteve 47.18 por cento na consulta popular e poucos minutos depois dos primeiros resultados, assumiu a derrota. No entanto, declarou que o resultado conseguido pelo Partido Radical Sérvio foi um presságio de que o país quer uma mudança política.

O ultranacionalista amigo da Russia venceu a primeira volta no passado dia 20 de Janeiro com 39.9 por cento dos votos e Tadic ficou em segundo lugar, com 35,3 por cento.

Segundo os observadores da eleição, a participação no escrutinio foi de 67,6 por cento. Mais de quatro milhões e meio de pessoas, dos quase sete milhões de cidadãos sérvios votaram para eleger o presidente. Um número superior ao da primeira volta e o mais elevado desde as eleições de 2000.