Última hora

Última hora

China celebra ano do Rato

Em leitura:

China celebra ano do Rato

Tamanho do texto Aa Aa

O fogo de artificio anúncia o início do ano do Rato no país mais populoso do planeta. O espectáculo de cores nos céus, que deverá prolongar-se durante dez dias, visa espantar os maus espíritos e assim abrir da melhor maneira o ano do Rato, que anuncia novos ciclos e representa o líder natural, conquistador, sociável, trabalhador, e inovador.

A China celebra assim uma nova etapa e um ano que será marcado pela organização dos jogos olímpicos.

Mas a entrada no ano 4706, de acordo com o calendário lunar, tem sido particularmente dura para muitos habitantes, afectados por um inverno considerado o mais rigoroso em meio século.

Em Chenzou, uma das cidades mais fustigadas pelo mau tempo, muitas pessoas ainda não tem electricidade ou água. A ineficácia no auxilio causa mal-estar entre a população.

“Todos os dias temos que usar água das bocas-de-incêndio. Carregamos cinco ou seis baldes de água para casa. Espero que o governo da cidade possa fazer alguma coisa em relação a isto”, diz uma cidadã.

Mais de mil postes da rede de alta tensão ficaram danificados com as violentas tempestades de neve. Algumas localidades estão há mais de 11 dias sem electricidade. Os sistemas de transportes ficaram seriamente afectados.