Última hora

Última hora

Junta militar de Myanmar anuncia início de transição democrática

Em leitura:

Junta militar de Myanmar anuncia início de transição democrática

Tamanho do texto Aa Aa

A junta militar no poder em Myanmar anunciou este sábado a realização de um referendo sobre uma nova Constituição em Maio e a convocação de eleições multipartidárias em 2010.

O anúncio é feito alguns meses após a missão do enviado da ONU, Ibrahim Gambari, a Rangum para dissuadir os líderes da junta a pôr fim à repressão violenta das manifestações, que causou 10 mortos, segundo um balanço oficial.

Em 2003, os generais da junta anunciaram um programa de transição democrática com sete pontos após quarenta anos de regime militar na ex-Birmânia. Até hoje nenhuma data tinha sido fixada para o início da aplicação do processo de transição.

Entre Agosto e Novembro, milhares de pessoas protestaram a favor da democracia nas ruas de Rangum, em manifestações lideradas pelos monges budistas.

Os protestos foram reprimidos de forma violenta e muitos diplomatas afirmam que o número de vítimas mortais foi muito superior ao anunciado pelo poder.