Última hora

Última hora

Bush anuncia medidas para relançar economia norte-americana

Em leitura:

Bush anuncia medidas para relançar economia norte-americana

Tamanho do texto Aa Aa

Ao final de uma semana com o anúncio de alguns dados macroeconómicos acima das expectativas, George W. Bush abordou a actual situação da economia norte-americana durante uma visita a uma fábrica de St. Louis, no Missouri.

O presidente norte-americano referiu, esta sexta-feira, que a economia “não é tão robusta como todos gostariam”, mas a boa notícia é que o governo “antecipou esta situação.”

Bush acrescentou que criou um pacote financeiro para estimular a economia e que um dos aspectos desse pacote é que os norte-americanos “vão receber algum dinheiro. Por acaso, é dinheiro que lhes pertence, mas vão recuperá-lo.”

Este discurso surge num dia em que o Departamento do Trabalho anunciou que a taxa de desemprego dos Estados Unidos caiu para os 5%.

O país perdeu 20.000 empregos, menos do que os 75.000 previstos pelos analistas contactados pela Bloomberg depois, de uma queda de 81.000 postos de trabalho em Março.

Em Janeiro e Fevereiro a taxa de desemprego norte-americana manteve-se abaixo dos 5%. Os analistas esperavam uma taxa de desemprego nos 5,2% em Abril.

Abril foi, precisamente, o quarto mês consecutivo de contracção do mercado de trabalho, que perdeu nos primeiros quatro meses do ano perto de 240 mil postos.

Os sectores mais afectados pela supressão de emprego foram os relacionados com actividades de produção de bens. A indústria e os serviços criaram 90 mil postos de trabalho, em grande parte na saúde e nos serviços técnicos.

Os dados divulgados esta tarde, indicam que o abrandamento económico não aumentou de ritmo no início do segundo trimestre.