Última hora

Última hora

Euro: 10 anos de sucesso

Em leitura:

Euro: 10 anos de sucesso

Tamanho do texto Aa Aa

O euro é um sucesso. Este é, em resumo, o balanço de 10 anos da moeda única, feito esta quarta-feira, pela Comissão Europeia. A decisão de lançar o euro data de Maio de 1998. Desde então, ele tornou-se a segunda divisa internacional e permitiu à economia europeia superar sem grandes sobressaltos situações como a guerra do Iraque, a bolha internet ou o choque petrolífero e a crise dos créditos de risco norte-americanos.

Mas, para o comissário Joaquim Almunia, é preciso reforçar a cooperação: “Uma estratégia única e clara, uma posição única com prioridades claras… este é o primeiro passo. E isto será uma consequência lógica do aumento da coordenação das nossas decisões económicas nacionais.”

As decisões económicas nacionais estão nas mãos do eurogrupo. A França, que assume a presidência da União Europeia em Junho, já fez saber que deseja dar mais peso aos ministros das Finanças da zona euro. Uma forma de contrariar o papel do Banco Central Europeu, o único que decide das taxas de juro e controla, assim, a inflação.

Bruxelas defendeu ainda a sua dama: o euro não é responsável pelo aumento dos preços. É apenas o bode expiatório das más políticas nacionais e dos aumentos abusivos praticados por certos sectores.

A Comissão Europeia defende ainda que, no futuro, o euro deve falar uma só voz na cena internacional, com um acento único no Fundo Monetário Internacional, por exemplo.