Última hora

Última hora

Governo de Berlusconi toma posse

Em leitura:

Governo de Berlusconi toma posse

Tamanho do texto Aa Aa

Tomou posse o sexagésimo segundo governo italiano desde 1945 e o quarto de Silvio Berlusconi enquanto primeiro-ministro.

A cerimónia decorreu no Quirinale, o palácio presidencial italiano, sob a presidência do chefe de Estado Giorgio Napolitano.

De acordo com a Constituição, o presidente é responsável pela nomeação dos ministros, a pedido do primeiro-ministro indigitado.

O líder dos conservadores do Povo da Liberdade, vencedor das legislativas de 13 e 14 de Abril, Silvio Berlusconi apresentou ontem a lista de ministros a Napolitano.

Dos 12 ministérios, destaque para o líder da Liga Norte, partido eurocéptico e com com conotação xenófoba, Umberto Bossi que vai ficar com a pasta das Reformas Federais.

Giulio Tremonti está de regresso ao Ministério da Economia, cargo que ocupou nos precedentes executivos de Il Cavaliere.

Franco Frattini deixou o executivo europeu de Durão Barroso, onde ocupava o cargo de comissário europeu da Justiça e dos Assuntos Internos, para se tornar no novo ministro dos Negócios Estrangeiros italiano.

Neste 62° governo italiano há apenas quatro mulheres. Uma delas é uma autêntica surpresa. Trata-se de Mara Carfagna. A ex-modelo fotográfico e antiga candidata a miss Itália vai ficar com o Ministério da Igualdade.

As outras três mulheres vão partilhar as pastas do Ambiente, Instrução, Universidades e Investigação Científica e Juventude.