Última hora

Última hora

A Bélgica volta a mergulhar na crise política

Em leitura:

A Bélgica volta a mergulhar na crise política

Tamanho do texto Aa Aa

Os deputados flamengos relançaram ontem no parlamento o debate sobre a cisão do único bairro bilingue do país. Ao final de várias horas de discussões, a maioria flamenga aprovou a inclusão de um voto sobre a matéria na ordem de trabalhos do hemiciclo.

Os deputados francófonos vão submeter hoje ao Conselho de Estado um pedido de recurso da decisão, por conflito de interesses, que poderá adiar a votação por 120 dias.

A cisão do bairro Bruxelas-Hal-Vilvoorde, a ser aprovada, deixará do lado flamengo 100 mil francófonos que se verão privados do direito de votar nos deputados da sua comunidade linguística.

Pressionados pela extrema direita independentista, os deputados flamengos consideram o distrito como uma anomalia ao reunir Bruxelas francófona e 35 cidades neerlandófonas na periferia.

O voto de ontem no parlamento arrisca-se a reabrir fissuras entre os membros do governo de Yves Leterme, depois do impasse de vários meses que se sucedeu às eleições de Junho passado.