Última hora

Última hora

A gota que fez transbordar o copo

Em leitura:

A gota que fez transbordar o copo

Tamanho do texto Aa Aa

O discurso do líder xiita do Hezbollah inflama o Líbano e a ameaça de uma nova guerra civil paira de novo no ar.

Hassan Nasrallah atacou o governo que acusa de a “declaração de guerra” implícita nas decisões tomadas. Em causa está a decisão da coligação anti-síria de ilegalizar uma rede de comunicações instalada pelo Hezbollah de norte a Sul do país e de demitir o chefe da segurança do aeroporto de Beirute, considerado próximo do movimento xiita.

O Hezbollah justificou que a existência da rede de telecomunicações faz parte da «resistência contra Israel», com quem o Hezbollah se bateu durante 34 dias no Verão de 2006.
Esta nova vaga de violência começou há três dias com uma greve geral contra o aumento dos preços, manifestação que degenerou em contestação política. Os confrontos entre apoiantes da oposição e da maioria governamental anti-síria alastraram-se hoje a Bekaa e Trípoli no norte do país onde os milicianos xiitas se mobilizaram em massa.