Última hora

Última hora

ONU põe em marcha plano de assistência às vítimas do Nargis

Em leitura:

ONU põe em marcha plano de assistência às vítimas do Nargis

Tamanho do texto Aa Aa

As Nações Unidas enviaram para Rangum o primeiro voo de assistência humanitária às centenas de milhares de vítimas do ciclone Nargis. Um teste para avaliar as condições de recepção aos meios logísticos, que para além de alimentos incluem o envio de camiões, helicópteros e barcos de socorro.

Enquanto o número total de vítimas é ainda provisório, o importante é a assistência aos sobreviventes. Segundo um porta voz da ONU, “o tempo está a chegar ao fim. Há um grande risco de diarreia, de cólera e outras doenças, que podem começar a espalhar-se. Porque há uma falta de água potável e de instalações sanitárias. Isto pode ser um enorme problema e pode levar a uma segunda fase que pode ser tão mortífera como o ciclone.”, concluiu.

As Nações Unidas estão a preparar uma operação de ajuda a partir da fronteira tailandesa com o Myanmar. O plano consiste no envio de uma coluna de camiões com tendas para 10.000 sobreviventes, rumo à antiga capital birmanesa.

O ciclone Nargis fez perto de dois milhões de desalojados e mais de 60.000 pessoas morreram ou estão dadas como desaparecidas