Última hora

Última hora

Agrava-se a tensão em Cartum

Em leitura:

Agrava-se a tensão em Cartum

Tamanho do texto Aa Aa

O Sudão cortou relações com o vizinho Chade, que acusa de apoiar os rebeldes de Darfur.
O governo sudanês emitiu nas últimas horas várias declarações nas quais anuncia ter travado o avanço dos rebeldes e a televisão estatal tem mostrado imagens de combatentes feridos capturados ao mesmo tempo que a população festeja. O presidente, Omar el-Bechir, declarou numa mensagem transmitida pela televisão, “Que as forças vêm do Chade, que os treinou. Consideramos o regime chadiano totalmente responsável pelo que aconteceu. Não temos alternativa senão cortar relações”.

A violência levou ao encerramento do aeroporto internacional de Cartum. Ontem, centenas de guerrilheiros concentraram-se nos arredores da capital e envolveram-se em combates com o exército. Até há cerca de um ano, o Movimento Justiça e Igualdade limitou a sua actividade à província de Darfur, onde em 2003 grupos rebeldes lançaram uma luta armada contra o governo por se considerarem alvo de discriminação.