Última hora

Última hora

Inflação na China bate recordes

Em leitura:

Inflação na China bate recordes

Tamanho do texto Aa Aa

A inflação chinesa está ao nível mais alto dos últimos doze anos. O aumento dos preços atingiu os 8,5% em Abril. O crescimento da taxa de inflação é o mais elevado entre as dez maiores economias do mundo e está a preocupar as autoridades de Pequim.

Os preços da comida, que estão a aumentar em todo o mundo, são os que mais se reflectem nesta inflação, ao aumentar mais de um quinto, nos últimos doze meses.

A China vive uma situação de sobre-aquecimento económico, com um crescimento anual de dois dígitos. A inflação quase duplicou em relação à média do ano passado, que foi de 4,5%. Em 2006, a China tinha ainda uma inflação controlada. A taxa era então de 1,7%.

Para uma inflação excepcional, as autoridades ditaram medidas também de excepção. Os bancos comerciais vão agora ser obrigados a guardar 16,5% dos depósitos como reservas junto do banco central chinês. Esta taxa deve mesmo subir para os 19%, até final do ano.

Os analistas dizem que essa medida não chega e prevêem também um aumento na taxa de juro. O preço do dinheiro ronda os 7,5% depois de seis aumentos no ano passado.