Última hora

Última hora

Chefes paramilitares colombianos extraditados para os EUA

Em leitura:

Chefes paramilitares colombianos extraditados para os EUA

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente colombiano surpreendeu tudo e todos ao autorizar, esta terça-feira, a extradição dos principais chefes paramilitares para os Estados Unidos. Com esta decisão Alvaro Uribe corre o risco de abortar o processo de desmobilização dos grupos armados de extrema-direita. Treze dos mais proeminentes cabecilhas dos paramilitares colombianos, juntamente com o narcotraficante Martin Torregrosa, deixaram Bogotá, durante a noite, rumo aos Estados Unidos.

Para o advogado de um dos extraditados, esta decisão constitui “o golpe final no processo de paz.”

As milícias de extrema-direita, que contam com mais de 30 mil combatentes, tentaram a desmobilização em Abril de 2006, ao abrigo da lei da “Justiça e Paz”, que prevê uma pena de prisão nunca superior a oito anos, independentemente do crime cometido pelo arguido.