Última hora

Última hora

Ecofin luta contra "pára-quedas dourados"

Em leitura:

Ecofin luta contra "pára-quedas dourados"

Tamanho do texto Aa Aa

Os ministros da Economia e Finanças da União Europeia consideram positivo o recuo que a cotação do euro está a ter, nos últimos dias, face ao dólar. A ministra francesa, Christine Lagarde, disse que a moeda do grupo de 13 países pode estar 20% sobre-avaliada.

As recentes quedas não impedem o dólar de estar a um nível considerado muito alto face à divisa norte-americana. Em meados de Abril, foi atingido um recorde histórico, acima de 1,60 dólares. Depois, tem vindo a aliviar, até chegar ao actual nível, abaixo de 1,54. Só no ano passado, o euro subiu 14%.

Além do euro e da inflação, que continua a níveis históricos, o grupo de ministros discutiu também a questão dos salários milionários pagos aos dirigentes de algumas empresas, tal como as indemnizações chorudas, conhecidas como “pára-quedas dourados”, que recebem quando saem.

Jean-Claude Juncker, presidente do grupo de ministros da Zona euro, prometeu luta: “Observámos derrapagens excessivas ao nível das remunerações de dirigentes empresariais, que pudemos obervar em vários países e vários sectores. São escandalosos e vamos examinar os meios, no plano fiscal e no plano deontológico, para lutar contra esses excessos”.

Parte desses pagamentos, normalmente, é feita em acções, que não são alvo de impostos, uma situação com a qual os ministros prometem acabar.