Última hora

Última hora

Emprego e crescimento são as prioridades da nova política de coesão

Em leitura:

Emprego e crescimento são as prioridades da nova política de coesão

Tamanho do texto Aa Aa

O orçamento detalhado da política de coesão da União Europeia até 2013 foi apresentado, esta quarta-feira, pelos Comissários Europeus Danuta Hübner e Vladimir Spidla. No total, a União Europeia vai investir 347,4 mil milhões de euros. 105 mil milhões vão para a melhoria da qualidade do ambiente, 86 mil milhões para a investigação e inovação, 27 mil milhões para apoiar as PME’s, 26 mil milhões para a educação, 19 mil milhões para o emprego e 10 mil milhões para a ajuda aos mais pobres.
Vladimir Spidla explicou que a União Europeia pretende que todos possam contribuir para uma Europa mais próspera, nomeadamente as mulheres. “Por exemplo, em Gales há um projecto para mães solteiras, que são afastadas do mercado de trabalho. Este projecto deu a possibilidade, a 30 por cento destas mulheres, de encontrar um emprego estável”, disse.
Bruxelas vai investir 19 mil milhões de euros, para abolir as barreiras que alguns cidadãos encontram quando procuram trabalho, como é o caso de mulheres, imigrantes, minorias étnicas, jovens, idosos e deficientes.