Última hora

Última hora

Bin Laden ataca plano de paz israelo-palestiniano

Em leitura:

Bin Laden ataca plano de paz israelo-palestiniano

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente norte-americano prossegue, hoje, na Arábia Saudita, os esforços para obter, em fim de mandato, um acordo de paz israelo-palestiniano.
Na agenda de George Bush está também a questão do aumento do preço do petróleo e o programa nuclear iraniano.

A ronda por países aliados, prossegue amanhã no Egipto. Ontem, George Bush terminou uma visita de três dias a Israel, por ocasião dos 60 anos do Estado Hebraico.

Uma deslocação para reforçar que a aliança entre os dois estados permanece inalterável e obter a garantia do primeiro-ministro, Ehud Olmert, de que o parlamento hebraico aprovará um plano de paz israelo-palestiniano.

Promessas que se mantém vagas, face ao crescendo de violência no território e à renitência do movimento Hamas e dos colonos israelitas em assinarem uma trégua. Como os seus predecessores, Bush arriscar-se a escrever mais uma página falhada na história das negociações do conflito.

Numa mensagem audio difundida hoje, Osama Bin Laden volta a apelar à guerra santa, renunciando ceder um milímetro do território palestiniano e acusando o ocidente de apoiar a ocupação israelita.