Última hora

Última hora

Bush não convence regime saudita a aumentar produção petrolífera

Em leitura:

Bush não convence regime saudita a aumentar produção petrolífera

Tamanho do texto Aa Aa

Depois de Israel e antes de viajar ao Egipto, o presidente norte-americano prosseguiu esta manhã na Arábia Saudita, a ronda por países aliados no Médio Oriente. Em Riade, George Bush, conseguiu sensibilizar o rei Abdullah para o impacto da subida do preço do petróleo (mais 30% desde o início do mês) na economia norte-americana.

O monarca afirmou que, “a produção está ao mesmo nível da procura”, sublinhando que desde o dia 10 de Maio, o país já aumentou a produção em cerca de 300 mil barris diários para compensar a diminuição de débito de outros países produtores.

A Arábia Saudita produz actualmente mais de 9 milhões de barris por dia, tendo capacidade de aumentar a produção para 11 milhões diários.

Os analistas sublinham no entanto que Riade não tem razões para aumentar sensivelmente a produção, e que o acolhimento cordial a Bush, a nove meses do fim do mandato, tem um toque de cerimónia de despedida.

Mas o segundo tema na agenda, a pressão sobre o regime iraniano, foi melhor acolhido pelo monarca. O regime sunita quer que os Estados Unidos aumentem a pressão sobre o Irão, acusado de fomentar os ataques de grupos xiitas no Líbano e Iraque.

A Casa Branca anunciou já que a Arábia Saudita vai aderir ao grupo de nações pelo combate ao terrorismo e contra a proliferação nuclear. Washington promete cooperar com o país no desenvolvimento de tecnologia nuclear para fins civis.