Última hora

Última hora

Chavez terá financiado as FARC

Em leitura:

Chavez terá financiado as FARC

Tamanho do texto Aa Aa

A Interpol confirmou a autenticidade dos ficheiros informáticos do computador capturado ao “número dois” das FARC, Raul Reyes, morto em Março num ataque colombiano contra um acampamento da guerrilha no Equador. Segundo as autoridades colombianas os documentos provam o apoio directo do presidente venezuelano à guerrilha, em dinheiro e armas.

Bogotá afirma que as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia “são pagas e armadas pelo presidente venezuelano, Hugo Chávez” e a guerrilha “participou no financiamento” da campanha do socialista equatoriano Rafael Correa à Chefia de Estado.

O secretário-geral da Interpol, Ronald Noble, em conferência de imprensa na capital colombiana garantiu que os seus peritos “não encontraram a mínima alteração, supressões ou acrescentos nos dados dos ficheiros” do computador
do “número dois” das FARC. O presidente da Venezuela reagiu qualificando o anuncio da interpol de “show” e de “vorgonhoso”.

Segundo Bogota os documentos ligam o presidente venezuelano e o presidente do Equador Rafael Correa com a guerrilha marxista colombiana. Na acção militar, que provocou o rompimento de relações de Quito com Bogotá, morreram para aléem de reis 26 pessoas, entre o equatoriano Franklin Aisalla, quatro universitários mexicanos e um militar colombiano.