Última hora

Última hora

China de luto

Em leitura:

China de luto

Tamanho do texto Aa Aa

O governo chinês decretou três dias de luto nacional a partir de hoje, período em que a estafeta da tocha olímpica ficará suspensa, pelas vítimas do terremoto. A pública transmitiu ontem a cerimória destinada à recolha de fundos para as vítimas do sismo, muitos atletas olimpicos participaram com a doação de cheques.O evento que durou duas foi marcado por uma forte emoção. O último balanço da catástrofe aponta para 32.500 mortos mas a terra continua a tremer: Nas últimas 24 horas o sudoeste do país foi sacudido por um novo abalo complicando ainda mais o trabalho dos socorristas.
Ontem os socorristas conseguiram resgatar dois sobreviventes, que ficaram seis dias sob os escombros.
A possibilidade de se encontrar novos sobreviventes diminuem com a agravante de que as chuvas que caíram as regiões afectadas causaram a cheia e deslizamentos de terra.

Um homem foi retirado com vida em Beichuan após ter permanecido 139 horas soterrado nos escombros de um hospital.
Cerca de cinco milhões de pessoas que perderam suas casas foram abrigadas de maneira rápida em instalações precárias. A Organização Mundial da Saúde considera que os maiores riscos estão na água contaminada e na falta de higiene desses abrigos.