Última hora

Última hora

Protestos dos pescadores alastram pela Europa

Em leitura:

Protestos dos pescadores alastram pela Europa

Tamanho do texto Aa Aa

A cólera dos pescadores contra o preço dos combustíveis alastra pela Europa. Em França, onde os bloqueios a vários portos prosseguem, os pescadores atacaram armazéns de grossistas na periferia de Caen, no Norte do país. É que a quase totalidade das mais-valias da pesca está nas mãos da distribuição.

Várias refinarias de petróleo, do Norte ao Sul de França, foram também bloqueadas pelos pescadores que exigem que o gasóleo seja facturado a 40 cêntimos o litro e não a 70 como agora acontece. Mas depois de se reunir com os trabalhadores do sector, o Ministro das Pescas francês informou que tal não pode acontecer “porque as ajudas directas” não são permitidas pela União Europeia e que a França vai ter de reembolsar as que fez anteriormente.

Todo o auxílio terá de ser prestado dentro das regras da União, recorrendo nomeadamente ao Fundo Europeu para as Pescas, onde estão previstos inventivos para a reestruturação e modernização do sector.

Na Bélgica, os pescadores juntaram-se em Zeebrugge e ofereceram peixe a quem passava. Os homens do mar querem que o governo belga “entenda que as pessoas, não só os pescadores, necessitam de algo, porque não podem continuar a viver assim”.

Em Portugal, onde o litro de gasóleo verde ronda os 90 cêntimos, está marcada uma greve para 30 de Maio. Em Espanha, está marcada para o mesmo dia uma manifestação em Madrid e os pescadores podem parar durante o mês de Junho