Última hora

Última hora

Italianos atacam planos do governo para a crise do lixo

Em leitura:

Italianos atacam planos do governo para a crise do lixo

Tamanho do texto Aa Aa

Várias pessoas ficaram feridas nos confrontos ocorridos em Nápoles entre a polícia e manifestantes.Na base do conflito está o protesto contra a abertura de um aterro sanitário prevista pelo Governo Berlusconi para tentar resolver a crise do lixo. Um milhar de manifestantes concentrou-se em Chiaiano, um bairro do ocidente de Nápoles, e bloqueou a estrada que conduzia à lixeira com o objectivo de impedir o acesso das forças da ordem e dos técnicos ao local. O responsável pela protecção civil Guido Bertolaso diz que não percebe a resistência dos italianos.

“Não percebo porque é que na Alemanha temos incineradores para queimar o lixo que são idênticos, mesmo mais velhos, aos que queremos instalar na região de Nápoles”. A população tentou incendiar um autocarro e apedrejou os polícias, que carregaram sobre eles recorrendo a gás lacrimogéneo. Cinco manifestantes foram detidos. O novo governo de Sílvio Berlusconi anunciou quarta-feira no final de um conselho de ministros em Nápoles uma série de medidas destinadas a solucionar a crise crónica dos lixos nesta zona, inclusive a abertura de uma dezena de lixeiras centros de incineração.