Última hora

Última hora

Beirute festeja eleição de Suleiman

Em leitura:

Beirute festeja eleição de Suleiman

Tamanho do texto Aa Aa

Foram necessárias vinte tentativas para eleger o chefe de Estado Libanês. Michel Suleiman, de 59 anos foi o homem escolhido pelo Parlamento para pôr fim a uma crise política, que dura há 18 meses.

A vitória do general foi festejada com entusiasmo nas ruas de Beirute. Suleiman foi eleito com 118 votos em 127. O general sucede a Emile Lahoud que terminou o mandato em Novembro de 2007.

Os líderes libaneses da maioria parlamentar e da oposição chegaram a um acordo no Qatar. Mas o movimento xiita do Hezzbollah fez algumas exigências. Entre elas o direito a assentos parlamentares suficientes para ter poder de veto

Um deputado libanês considera que apesar das cedências, “o país deu um importante passo em direcção ao futuro e a uma nova era que vai permitir acabar com os confrontos e reconstruir um estado democrático e soberano.”

O actual governo, apoiado pelo ocidente, tem direito a 16 lugares no Parlamento e pode escolher o primeiro-ministro.

Para o representante da diplomacia francesa, a eleição de Suleiman representa um novo começo e admite que país possa ter um governo já a partir desta segunda feira.

O novo presidente libanês que comandou o exército desde 1998 é como manda a tradição um cristão maronita, que sempre defendeu a separação entre religião e a política.