Última hora

Última hora

Combustível "inflama" pescadores europeus

Em leitura:

Combustível "inflama" pescadores europeus

Tamanho do texto Aa Aa

A luta dos pescadores, que começou em França, estende-se agora a vários países, sobretudo do sul da Europa.

Alguns barcos franceses voltaram ao mar.
Em contrapartida, o protesto ganha força em Espanha, Itália e Portugal. Nos portos portugueses, a associação dos armadores de pescas revela que na próxima sexta-feira se inicia uma paralisação quase integral do sector, por tempo indeterminado.

Entre muitas outras reivindicações, os pescadores europeus pedem a baixa do preço do gasóleo e medidas de controlo ao preço nas lotas:

“O pescador, quando vende o peixe na lota, não pode incluir o preço do gasóleo na primeira venda porque é um mercado de leilão e uma operação que funciona sempre em baixa. Isto é um factor limitativo e verificamos com frequência que há uma diferença de uma a dez vezes entre o preço da venda na lota e o preço que os consumidores pagam nas grandes superfícies”.

As associações de pescadores europeias vão reunir-se na sexta-feira em Madrid para definir as propostas a apresentar antes da cimeira europeia no dia 16 de Junho.

Mas o aumento dos preços dos combustíveis não mobiliza apenas os pescadores. Na Bulgária os camionistas bloquearam esta quarta-feira o acesso às principais cidades do país e os taxistas pararam os motores no centro de Sofia.