Última hora

Última hora

Talanski confirma em tribunal financiamentos a Olmert

Em leitura:

Talanski confirma em tribunal financiamentos a Olmert

Tamanho do texto Aa Aa

A principal testemunha de um caso de corrupção que envolve o primeiro-ministro israelita foi ouvida esta terça-feira por um tribunal de Jerusalém. Morris Talanski, um homem de negócios americano, voltou a afirmar ter feito vários empréstimos a Ehud Olmert, incluindo dinheiro para gastos pessoais no valor de 150 mil dólares entregues ao político durante um período de 15 anos e que nunca foram pagos.

O procurador do ministério público israelita Moshé Lador afirmou por seu lado que “não há conclusões. Foi apenas a audição da principal testemunha. Temos que nos lembrar que só depois de ouvirmos todos os depoimentos é que podemos avaliar o testemunho dele”, concluiu.

Uma investigação que desgasta cada vez mais a imagem de Ehud Olmert e levanta questões sobre o seu futuro político, mas também sobre o futuro das negociações de paz israelo-palestinianas.

As autoridades deverão agora examinar se Olmert terá declarado o dinheiro recebido ou ainda se terá concedido algum favor em troca das quantias.

O chefe de Governo Israelita, de 62 anos, afirmou que caso venha a ser acusado formalmente se demitirá de imediato.