Última hora

Última hora

Ex-patrão da EADS acusado em processo-crime

Em leitura:

Ex-patrão da EADS acusado em processo-crime

Tamanho do texto Aa Aa

O antigo patrão do grupo aeronáutico europeu EADS foi acusado de delito de iniciados na gestão da companhia entre 2005 e 2006. Noël Forgeard é suspeito de ter obtido vantagens financeiras através da posse de informações consideradas privilegiadas sobre a situação futura da empresa.

As suspeitas têm a ver com as perspectivas financeiras pessimistas da EADS, conhecidas a nível interno cinco meses antes da comunicação aos mercados em Abril de 2006. As acusações estão ainda relacionadas com os atrasos nas entregas dos aviões A380 e A350.

Além de Nöel Forgeard, mais 17 dirigentes do grupo são acusados pela autoridade de mercados financeiros, entre eles Thomas Enders, o actual presidente da Airbus.

No entanto, apenas Forgeard é processado criminalmente, que incorre numa pena de dois anos de prisão e uma indemnização que pode chegar a ser 10 vezes superior ao montante de que o acusado terá beneficiado.