Última hora

Última hora

Chefe de governo tailandês ameaça reprimir manifestantes

Em leitura:

Chefe de governo tailandês ameaça reprimir manifestantes

Tamanho do texto Aa Aa

O chefe de governo da Tailândia afirma que não vai ceder aos protestos da oposição. Há uma semana que o país é palco de manifestações. O cenário actual traz à memória um onda de descontentamento popular que conduziu a um golpe militar e à queda do antigo primeiro-ministro Thaksin Shinawatra em 2006.

Num discurso televisivo Samak Sundaravej, aliado de Thaksin, apelou à população para ficar em casa e anunciou que a polícia está preparada para usar a força. O chefe das Forças Armadas tailandesas nega que se esteja a preparar um golpe de estado apesar de no domingo um protesto ter juntado cinco mil pessoas em Banguecoque.

No centro da discórdia, estava uma emenda à constituição que favorece o antigo chefe de governo acusado de corrupção.

Em 2006 as manifestações anti-Thaksin juntaram cem mil pessoas.