Última hora

Última hora

Resultados do referendo polémico na Suíça saem ao princípio da tarde

Em leitura:

Resultados do referendo polémico na Suíça saem ao princípio da tarde

Tamanho do texto Aa Aa

Falta pouco para saber o resultado do referendo na Suíça, feito por iniciativa da direita populista e que foi alvo de acusações de discriminação por parte da Comissão Europeia. A campanha da UDC de Christoph Blocher contra o fantasma das naturalizações em massa contrastou com toda a propaganda política de esquerda.

Segundo as sondagens, apenas um terço dos suíços está a favor da reintrodução da lei que restabelece o voto secreto para conceder a nacionalidade. O sistema foi abolido há cinco anos, mas a UDC, vencedora das eleições voltou à mesma questão.

Há cinco anos, esta família viu recusados os pedidos de naturalização. Marinko Vukajlovic explica que foi por causa dos votos que não conseguiram a naturalização, tal como todos os candidatos originários da antiga Jugoslávia. Diz-se desiludido com as pessoas que votaram.

Perto de 20 por cento dos residentes na Suíça são estrangeiros, um número acima da média europeia, de acordo com os números da União. Para obter um passaporte suíço são necessários pelo menos 12 anos de permanência no país.

O referendo vai também servir para determinar se os pedidos de recurso nas candidaturas à nacionalidade vão ou não continuar em vigor. Os resultados do sufrágio serão conhecidos ao princípio da tarde.