Última hora

Última hora

Bruxelas revela informação de incidente nuclear

Em leitura:

Bruxelas revela informação de incidente nuclear

Tamanho do texto Aa Aa

A sombra da tragédia de Chernobyl pairou no espírito de muitos europeus na quarta-feira. Mas o incidente na central nuclear de Krsko, na Eslovénia, acabou por se revelar menor. No entanto, permitiu à Comissão Europeia dar a conhecer ao grande público um sistema que dá pelo nome de ECURIE, acrónimo em inglês para sistema de troca de informação radiológica urgente.

“O sistema ECURIE foi criado em 1987 para partilhar informação com os restantes estados-membros no caso de um acidente nuclear. É usado voluntariamente pelos estados-membros a menos que tenham de tomar medidas de grande impacto público de forma a proteger as populações em caso de emergência, neste caso a transmissão de informação é compulsiva.” – explicou Férran Tarradellas, porta-voz da Comissão Europeia para os assuntos energéticos.

O tratado EUROTOM estabelece normas de segurança para a protecção da população e do ambiente e superintende a sua aplicação. Mas após a catástrofe de Chernobyl em 1986 a própria segurança das instalações nucleares começou a ser uma preocupação central. O sistema ECURIE já foi utilizado diversas vezes mas esta foi a primeira vez que Bruxelas tornou a informação pública.