Última hora

Última hora

Motociclistas juntam-se a protestos contra preço dos combustíveis

Em leitura:

Motociclistas juntam-se a protestos contra preço dos combustíveis

Tamanho do texto Aa Aa

Um batalhão de motociclistas invadiu algumas das principais artérias de Manchester em plena hora de ponta nesta manhã de quinta-feira. O elevado preço dos combustíveis foi o motivo para cerca de 600 motards fazerem-se à estrada e circular em marcha lenta.

O protesto causou engarrafamentos mas muitos condutores saudaram a acção que contou com a participação de camionistas e taxistas. “O combustível está a custar-nos o trabalho. Tive um emprego em Sheffield durante 12 semanas e custou-me 600 Libras. Sai-me do bolso! 50 Libras por semana. É de facto uma piada!

Em França, além da chamada Operação Caracol por parte de camionistas na região parisiense, que complicou o trânsito matinal, Marselha sofreu perturbações com a concentração de táxis em quatro pontos estratégicos da cidade. O protesto provocou importantes engarrafamentos nos acessos.

Os taxistas pretendem que seja estabelecido um preço para gasóleo profissional, pois não podem alterar as tarifas impostas.

Em Madrid cerca de 2500 taxistas, segundo a associação do sector, mobilizaram-se para exigir medidas como a actualização automática de tarifas para protestar ou o levantamento da interdição de usar publicidade. O preço dos combustíveis deverá continuar a suscitar contestação social.