Última hora

Última hora

Acusação pede 10 anos de prisão para dois franceses que planearam crime na internet

Em leitura:

Acusação pede 10 anos de prisão para dois franceses que planearam crime na internet

Tamanho do texto Aa Aa

Sentença pesada para dois cibernautas franceses acusados de planear o rapto, tortura e abuso sexual de uma menor em Rouen, no norte do país.

A acusação pediu 10 anos de cadeia – a pena máxima prevista por lei – para o técnico de telecomunicações Christian Cadart e para o pintor Hervé Limbour.

O caso foi descoberto em 2007 através da denúncia de um voluntário da fundação belga Child Focus. A polícia belga inflitrou um agente no “fórum” onde os dois homens discutiam os planos, o que permitiu as detenções.

O advogado de Defesa Philippe Lescene diz que “havia um diálogo” na internet, mas a questão é saber “a partir de quando a troca de ideias – mesmo as mais malignas – deve ser punida”.

Os acusados dizem que foi “um simples delírio colectivo”, embora tivessem encontrado um local para o crime. A Defesa acusa o agente inflitrado de “incitação”.