Última hora

Última hora

Reunião de emergência do AKP por causa do véu islâmico

Em leitura:

Reunião de emergência do AKP por causa do véu islâmico

Tamanho do texto Aa Aa

Reunião de emergência do AKP, o partido turco maioritário no parlamento.

Depois do Não do Supremo Tribunal à intenção do governo de autorizar o uso do véu islâmico nas universidades, o AKP reuniu-se esta manhã de emergência para avaliar as consequências do revés.

Baskin Oran, professor da Universidade de Ancara, considera que o tribunal já terá decidido encerrar o partido que na sua opinião já deveria ter acabado precisamente por querer reinstaurar o uso do véu nas universidades.

O assunto divide a sociedade turca. Se por um lado muitos receiam o regresso do radicalismo islâmico, por outro o executivo afirma querer devolver às estudantes a liberdade de escolha.

Uma estudante universitária considera que é injusta a decisão do supremo tribunal pois espera respeito pelo véu islâmico da mesma forma que ela própria respeita quem se veste de outra forma ou quem tem ideias mais liberais. Neste caso, considera que estão a banir a liberdade das universidades.

Segundo a agência Reuters, alguns membros do AKP preparam-se para o fim do partido devido a alegadas actividades antilaicas e para a proibição do chefe de governo e do presidente de pertencerem a qualquer formação política nos próximos cinco anos.