Última hora

Última hora

Medvedev culpa EUA pela crise

Em leitura:

Medvedev culpa EUA pela crise

Tamanho do texto Aa Aa

Afinal, a culpa da crise económica é dos Estados Unidos. Foi a “descoberta da pólvora” para o presidente russo Dmitri Medvedev que na última declaração pública não falou dos problemas internos da CEI, a comunidade de Estados Independentes.

O chefe de Estado russo disse o que todos já sabem e já debateram, que a crise mundial começou nos Estados Unidos, mas também como todos os dirigentes do planeta, não apontou qualquer solução a curto prazo.

Dmitri Medvedev afirmou que a inconsistência entre o papel oficial dos Estados Unidos na economia global e o real potencial da América foi uma das razões principais para a actual crise.

São Petersburgo acolhe a cimeira informal da CEI, onde não faltam problemas. A Ucrânia e a Geórgia são os dois Estados que apresentam mais obstáculos para a Rússia. Ambos os países querem entrar na NATO, ambos se queixam dos preços elevados na distribuição de gás russo. A acrescentar a tudo isto está o apoio de Moscovo às republicas separatistas da Geórgia, que o presidente Mikhail Sakaasvilli interpreta como tentativa de anexação dos dois territórios, a Abcásia e a Ossétia do Sul.