Última hora

Em leitura:

Sarkozy apoia Suleiman e almoça com representantes libaneses de vários quadrantes, Hezzbollah incluído.


mundo

Sarkozy apoia Suleiman e almoça com representantes libaneses de vários quadrantes, Hezzbollah incluído.

A visita de Nicolas Sarkozy a Beirute não durou mais do que sete horas.

Mesmo assim, o chefe de Estado teve tempo para duas coisas: dizer que França apoia o presidente eleito recentemente, Michel Suleiman, e ainda para almoçar com uma série de dirigentes libaneses, entre os quais representantes do Hezbollah.

O Hezzbollah é a principal força de oposição, é apoiado pela Síria que não quer ver reduzida a sua influência no Líbano, e é também considerado como organização terrorista pelos Estados Unidos e pela União Europeia.

Nicolas Sarkozy disse que todos os países têm direito à independência, que um Estado deve ter instituições sólidas para que seja respeitado. O presidente afirmou ainda que França e toda a Europa querem que o Líbano atinja estes objectivos.

A delegação francesa ainda teve tempo antes de partir de prestar homenagem a Rafic Hariri, antigo primeiro-ministro morto num atentado. As suspeitas recaem sobre as autoridades sírias, já que Hariri era contra a influência do país vizinho no Líbano.

Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Berlusconi anuncia penas de 5 anos de prisão para quem faça escutas telefónicas ilegais ou divulgue o seu conteúdo