Última hora

Última hora

Irlanda referenda tratado europeu

Em leitura:

Irlanda referenda tratado europeu

Tamanho do texto Aa Aa

Os primeiros irlandeses vão às urnas para se pronunciarem sobre tratado europeu. O referendo terá lugar apenas quinta-feira mas nas ilhas os habitantes vão votar. O primeiro-ministro irlandês, Brian Cowen, apelou ao voto no “sim” depois de na semana passada as sondagens terem dado o não como vencedor. Reagindo à publicação dessa sondagem Cowen defendeu que se trata de tentar preservar o emprego e encontrar meios de prolongar o crescimento da economia.

“Os partidários do Não foram bater à porta dos eleitores para lhes dizer que os seus filhos teriam de integrar o exército europeu, e são essas pessoas que reclamam um debate igual”, comentou.

A sondagem, atribui ao “não” 35 por cento das intenções de voto, contra 30 por cento
para o “sim”. Os dirigentes dos três princpais partidos nacionais apelam ao voto no Sim, posição diferente exprimiu o lider do Seen Fein Gerry Adams.

“Nós queremos que o governo volte a negociar melhores acordos que inclua por exemplo a possibilidade de um comissário permanente. Temos de rever o direito de veto, a noção de neutralidade mas também de serviço público. Pensamos que é possivel obter tudo isso se votarem Não, quinta-feira.” vitória do “não”.

A Irlanda é o único país europeu obrigado pela Constituição a realizar um referendo ao Tratado.

Os outros países da UE optarem pela aprovação parlamentar e 15 das 27 capitais já ratificaram o texto.