Última hora

Última hora

Prisão perpétua para assassino e violador de menores

Em leitura:

Prisão perpétua para assassino e violador de menores

Tamanho do texto Aa Aa

Abdallah Aït Oud foi condenado pela justiça belga a prisão perpétua pela violação e morte de duas crianças.

O homem, de 40 anos, foi considerado culpado de um drama ocorrido em Junho de 2006 que lembrou à Bélgica o horror do caso Doutroux. O tribunal proferiu ainda uma pena de segurança de 10 anos, para que, caso o sistema judicial pretenda libertá-lo dentro de 20 anos, o estado possa impedir a libertação por mais uma década.

Os pais de uma das meninas vítimas de Aït Oud comentam: “Penso que a pena é certa. Ele está no lugar que merece, dado o mal que fez a tantas famílias. Não voltará a fazê-lo. É um bom princípio”. “Estou contente. Ele não poderá fazer mal a mais ninguém e foi feita justiça às duas meninas.

Stacy Lemmens e Nathalie Mahy, de sete e 10 anos, respectivamente, desapareceram no dia 12 de Junho de 2006, do bairro popular de Saint Leonard, no norte de Liège. Os seus corpos foram encontrados 18 dias mais tarde, junto a uma linha de caminho-de-ferro nas proximidades do sítio onde tinham sido vistas pela última vez. Abdallah Aït Oud que clamou a sua inocência e tem 15 dias para recorrer da sentença.