Última hora

Última hora

Gaz de France e E.On acusadas de práticas monopolísticas no mercado europeu de gás

Em leitura:

Gaz de France e E.On acusadas de práticas monopolísticas no mercado europeu de gás

Tamanho do texto Aa Aa

Um acordo que viola as leis do mercado de gás europeu. A Comissão Europeia decidiu abrir procedimentos formais contra a empresa Gaz de France e a alemã E.On devido à suspeita de abuso de posição dominante e práticas de negócio restritivas, violando assim regras comunitárias.

Em causa está uma negociação em que as empresas se comprometiam a não entrar no mercado rival. A E.On não prestaria fornecimento de gás em França e a Gaz de France faria o mesmo em solo alemão.

Esta repartição de cota de mercado viola claramente as normas europeias de livre concorrência e é considerada uma prática monopolista.

A Comissão Europeia centra as suas suspeitas no gasoduto Megal, alvo de investigações desde 2006. Um gasoduto propriedade da Gaz de France e da E.On, que transporta gás russo pelo Sul da Alemanha e França.

Bruxelas detectou que as empresas não alteraram a reserva da capacidade de transporte de gás natural, dividiram a distribuição e constatou ainda a existência de uma rede de acordos de importação.

As duas empresas fornecedoras de gás já receberam os relatórios com o resultado das investigações e as acusações da Comissão Europeia. Este é o primeiro passo para possíveis multas por práticas monopolísticas.