Última hora

Última hora

Defensores do "não" ao Tratado de Lisboa fazem a festa

Em leitura:

Defensores do "não" ao Tratado de Lisboa fazem a festa

Tamanho do texto Aa Aa

Quando o chefe da Comissão Eleitoral da Irlanda, Maurice Coughlan, divulgou os resultados do referendo ao Tratado de Lisboa foram os partidários do não que fizeram a festa. 53,4 por cento dos irlandeses chumbaram o tratado reformador das instituições europeias.
Ao contrário da oposição irlandesa, que diz que o Tratado de Lisboa está morto, o presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, já prometeu avançar com o processo de ratificação. Recorde-se que os parlamentos de 18 dos 27 Estados-membros já aprovaram o documento.
A França e a Alemanha, que tinham prometido uma posição conjunta, já lamentaram este resultado e disseram esperar que o processo de ratificação avance. O Governo espanhol também já tinha defendido a mesma posição.