Última hora

Em leitura:

Expo Saragoça celebra água até Setembro


mundo

Expo Saragoça celebra água até Setembro

A grande Expo de Saragoça, cidade de 700 mil habitantes no nordeste de Espanha, vai estar patente durante os próximos três meses. Num espaço de 25 hectares, mais de uma centena de países expõem o modo de vida, cultura, flora e fauna em pavilhões cada unm mais imponente do que o outro. A grande exposição mundial de 2008 apresenta-se sob o signo da água.

O objectivo de sensibilizar entre 5 a 7 milhões de visitantes sobre a água, o recurso que escasseia cada vez mais traduz-se em maravilhamento visual e interacção constantes.

O presidente da Expo, Roque Gistau, explica:

“A prioridade é informar, o que quer dizer que todos os conteúdos dos pavilhóes, os pavilhões dos países participantes, das comunidades espanholas e das regiões vão contar como vêem a gestão no domínio da água.
A segunda linha forte é a instrução, quer dizer, na linha de objectivos mais científicos…Há uma grande reunião de peritos, mais de 300, em Saragoça, para falar, discutir o problema da água e do desenvolvimento sustentável. “

O presidente da República Portuguesa, Cavaco Silva e mulher, já em Saragoça, inaugura o Pavilhão Português este sábado.

A primeira exposição internacional foi organizada em Londres, em 1951, por Bertie, o príncipe alemão casado com a Rainha Vitória: Alberto de Saxe-Goburgo-Gota. Um sucesso subordinado ao tema “A grande exposição dos trabalhos da indústria de todas as nações”. Faltavam 68 anos para a criação da Sociedade das Nações, em 1919.
Em Saragoça, os arquitectos rivalizaram em imaginação para defender o precioso recurso do planeta azul, a água, até 14 de Setembro.

Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Tratado de Lisboa