Última hora

Última hora

Felicidade e tristeza em pub irlandês de Bruxelas

Em leitura:

Felicidade e tristeza em pub irlandês de Bruxelas

Tamanho do texto Aa Aa

Como se de um jogo de futebol se tratasse, imigrantes irlandeses em Bruxelas juntaram-se num pub, mesmo em frente da Comissão Europeia, para assistir ao desenrolar do referendo irlandês.

A vitória do Não é festejada por alguns dos presentes mas também lamentada por outros.

“Isto é absolutamente fantástico. Dos 27 Estados Membros, só um permitiu que o povo escolhesse. A constituição da Irlanda obriga a que isso seja feito e foi uma óptima reviravolta, foi um “Não” muito expressivo”, afirma um defensor da reejeição do tratado

Partidários do Sim não veêm razões para festejar:
“Os irlandeses receberam milhões de euros para construir infraestrutras na Irlanda, que atingiu um bom standard, e agora viram-se contra a Comissão Europeia. Hoje, Sexta-feira treze, é um dia negro para a Irlanda”.

Negro mas que, ainda assim, não estragou um saudável convívio.