Última hora

Última hora

Sarkozy tenta convencer checos a ratificar Tratado de Lisboa

Em leitura:

Sarkozy tenta convencer checos a ratificar Tratado de Lisboa

Tamanho do texto Aa Aa

A República Checa poderá ser o próximo obstáculo ao Tratado de Lisboa. O governo de Praga enviou o texto ao Tribunal Constitucional. O presidente francês está de visita à República Checa, onde tentou convencer os responsáveis de Praga a prosseguirem com o processo de ratificação.

Nicolas Sarkozy recusa alarmismos: “Se há um país que pode compreender a República Checa é a França, que disse ‘não’ em 2005. Não nos precipitemos, não dramatizemos e tentemos, quinta e sexta-feira, encontrar o melhor caminho para dar unidade à família europeia.”

“Para nós”, diz Mirek Topolanek, primeiro-ministro checo, “não é uma questão de dizer sim ou não. A questão, na República Checa, é de saber se, depois do ‘não’ irlandês é possível, ou mesmo legítimo, continuar o processo de ratificação. Felizmente que não nos cabe a nós resolver o problema. Estamos dependentes da decisão do Tribunal Constitucional.”

Enquanto o primeiro-ministro checo se escuda atrás da decisão do Tribunal Constitucional, o presidente, Vaclav Klaus, já na sexta-feira afirmara que “o Tratado de Lisboa está morto” Mau presságio, num país que sucederá à França na presidência rotativa da União Europeia.