Última hora

Última hora

Ahmadinejad acusa: "preço do petróleo é artificial"

Em leitura:

Ahmadinejad acusa: "preço do petróleo é artificial"

Tamanho do texto Aa Aa

Sem papas na língua, o presidente iraniano denuncia uma subida “completamente artificial do preço do petróleo”.

Num encontro promovido pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento da OPEP, em Isfahan, no Irão, Mahmoud Ahmadinejad foi contundente afirmando que a queda do dólar é intencional e que um dólar baixo e a subida dos preços da energia são duas faces da mesma moeda.

O líder iraniano deixou várias acusações indirectas aos Estados Unidos ao falar de “governos que para compensarem as despesas de guerra impõem taxas elevadas e desvalorização do dólar”.

Apesar de os números da Agência Internacional de Energia mostrarem que a produção do ouro negro está ao nível mais baixo dos últimos quatro anos, com 32,3 mil milhões de barris por dia, o Irão, quarto país produtor a nível mundial, não tem dúvidas de que a oferta de petróleo é maior do que a procura e que a crise é fruto de especulação.

A mesma opinião tinha manifestado na semana passada o presidente da OPEP, Chakib Khelil, afirmando que a oferta ultrapassava a procura em 500 mil barris por dia. Mas face à subida imparável dos preços, o cartel dos países exportadores de petróleo volta a reunir-se este fim-de-semana